sábado, 3 de outubro de 2009

Longa data

Quando me ponho a pensar na história que não existiu sinto como se ao passado pudesse te levar.
E te afogar naquele verão em que me abandonaste.



Meu passado mais lembra um frasco lacrado e sem rótulo.

2 comentários:

vinilliterario disse...

A melhor coisa a se fazer nessas horas é matar qualquer expectativa antes que ela surja sem aviso prévio.

Luidgi disse...

O meu passado me lembra uma rua vomitada. Bem, acho que o tédio acaba sendo meu melhor amigo.