quinta-feira, 11 de junho de 2009

Bella - Penúltima Parte

A máscara virou um sinistro objeto de decoração.
O rosto enigmático de Laura era por si só o rosto daquele casarão e das orgias que ali se realizavam.
Resolveu usar um grande capuz preto.
Entrou descalça e parecia a figura da morte numa forma pura tendo somente as mãos e os pés expostos.
Todas as outras mulheres estavam como da última vez, inclusive nas mesmas posições.
Regras haviam sido quebradas, mas seriam tolerantes com a novata.
Ela era a escolhida.

Seus pés tocavam aquele piso sagrado.
O lugar tinha o brilho da proposta surpresa de Bianca.
Da esperança de se desgarrar da mesmice e abraçar a luxúria.
Avistava o par de sapatos no divã.
O mascarado de pé. Estático como uma escultura em mármore.
Covarde ela pensou.
Tão poderoso e belo, no entanto covarde.
Bella deu um passo arrastando a vestimenta bizarra.
Não pôde evitar olhar para Bianca que lhe encorajava com sua presença.
Deu mais um passo e mais outro e mais outro.
Acariciou a máscara branca daquele que tanto a esperava.
Seu rosto estava lívido sob o capuz.
Sentou-se.
O mascarado ajoelhou-se, tocou um dos pés de Bella, beijou-o e calçou o primeiro sapato com delicadeza, mas sem deixar de tremer. Calçou o segundo sapato.
Bella pôs-se de pé sentido a vertigem de uns centímetros a mais.
O mascado levantou-se.

Siga-me e saberá quem eu sou. Disse Marcelo.

3 comentários:

Eloiane disse...

O que nos revela o final de Bella?
Surpresa ou Romantismo?

BarelyEly disse...

vou deixar finalmente fluir o meu estilo... aff não aguento mais.

felipe ! disse...

wooow, quanto mistério.

acredito que todos nós gostaríamos de ser Bellas. Ou Marcelos.